No Grunge Code

Tudo sobre o som de Seattle. Tudo sobre Pearl Jam, a trilha sonora da minha e de muitas vidas. Everybody loves us, everybody loves our town!

Comunicação ou conexão?

“I have faced it, a life wasted , I’m never going back again…” – Wasted Reprise

O que mantém o Pearl Jam vivo até hoje? O que motiva, inspira, uma banda de 25 anos a trabalhar em novos álbuns, e marcar turnês, como a que teremos aqui na América Latina em novembro desse ano?

Claro que a afinidade entre os membros conta muito, mas conta muito mais a afinidade e conexão que a banda tem com seu público. E isso o Pearl Jam tem, e sabe fazer. Ed tenta falar pelo menos duas, ou três frases na língua do país em que está fazendo seu show, com a banda ou solo. Diz ele que a comunicação é tudo, e não é?

 

Pearl Jam tocando novamente no Bridge School Benefit

 

Outro aspecto é o respeito que todos tem um pelo outro, o que ouvimos do que acontece dentro da banda, no backstage e nos ensaios, é que a opinião de todos é considerada, sempre. Stone com seus riffs, Mike com seus licks improvisados, Jeff e sua introspecção mas que esbanja energia no palco, Matt com suas opiniões sobre cada tipo de instrumento, e não apenas sobre a bateria, Boom Gaspar com seus ‘hawaiian fingers” , e Eddie com sua sensibilidade para escolher a dedo a setlist de cada noite.

Uma das características do Pearl Jam, e de todo o grunge, o verdadeiro grunge, é falar sobre temas que afligem a sociedade, que afetam o status quo normal. O grunge aborda com crueza e originalidade assuntos que são jogados para debaixo do tapete por nossos pais, governantes, autoridades. E encara todos eles.

 

Pearl Jam & Bill Clinton

Pearl Jam & Bill Clinton

 

E muitas, muitas músicas do PJ, maravilhosamente intepretadas por Eddie, exploram essa temática. Canções como “Rats”, “W.M.A”, “Glorified G”, “Rival”, “World Wide Suicide”, “Life Wasted”, “Comatose”, ” Army Reserve”, “Green Disease”, “Bushleaguer“, na verdade quase todas as músicas do sétimo e oitavo álbum de estúdio do Pearl Jam são extremamente engajadas, vez que a banda estava completamente contra tudo o que o governo Bush estava fazendo.

E falar sobre assuntos atuais, mantém uma banda atual, isso eles sabem fazer, com extremo tato e sabedoria.

“They don’t scurry when something bigger comes their, way don’t pack themselves together and run as one, don’t shit where they’re not supposed to, don’t take what’s not theirs, they don’t compare” – Rats

 

 

 

 

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 20 de abril de 2015 por em Eddie Vedder, pearl jam e marcado , , .
%d blogueiros gostam disto: